25.8.15

A união do yoga

25.8.15
pinterest

Unir. Esse é o sentido, o intuito, o passo.
Do sânscrito, Yoga vai além da sua tradução: União.
Mas estabelecer um equilíbrio e saúde em todas as densidades de energia: física, mental, emocional, espiritual. É o contato com a sua essência, seja ela qual for e com tudo aquilo que te rodeia.

É a espera, a paciência, o saber de não apressar o que só pode ser conseguido de dentro pra fora. É a liberdade do estar centrado, independente do lugar, do ouvir-se sem julgamentos, é o auto-respeito. Não é religião, é unidade de ser e estar. É o religar-se a si mesmo.

É uma pena que se tenha uma associação muito pobre e modista do que seja Yoga. É triste que seja ainda relacionada com uma ginástica (apenas) física, com academias e números contorcionistas, com corpos sarados e desfiles de roupas com cores vibrantes coladas ao corpo. O corpo é um complemento.

Yoga é muito além do tapete. Acontece por dentro, sem necessariamente precisar mexer um músculo.
Não é coreografia mas carrega em si, a dança do universo por ser 'ritualística'.

Autoestudo, observação, ação e reação interior.

É a concentração. O fazer uso de todos os instrumentos para que a prática seja a mais adequada possível. Não se faz Yoga sem estar consciente de cada respiração, de cada fluxo de energia, de cada sensação. É a humildade em respeitar os próprios limites, principalmente do corpo. Aprendizado além de qualquer livro. Autoconhecimento, discernimento, disciplina. É um caminho pessoal, imparcial a manuais de instruções.

Yoga é estágio, degrau para nos sentirmos mais humanos junto à nossa própria natureza e menos deuses, como se anda fazendo tanto por aí.

~ Namaste! 
│Samara Bassi│

© 2015. É expressamente proibida a cópia parcial e/ou total não autorizada de qualquer conteúdo deste blog.

Um comentário:

Crônicas de Areia disse...

Sempre pensei em yoga como a busca pelo equilíbrio, mas vejo aqui que ela é a preparação pura e simples.
Você se prepara para receber a si mesmo, e assim, com o auto-controle e a disciplina que esta preparação te deu, você inicia a busca pelo conhecimento necessário para o equilíbrio.
Yoga é um estágio. Não é o fim, mas sim o princípio e, por que não, o meio. O fim, este você só atinge por si próprio, depois de se conhecer.
Já os "yogers", ou esses praticantes de yoga de academia, esses sequer sabem o que buscar (espiritualmente falando). O que eles fazem é unicamente equilibrar e disciplinar músculos. É claro que algumas bundas melhoram muito com os exercícios, mas se mente e alma não estiver na bunda dessas pessoas e, com isso se beneficiaram dos exercícios, de nada adiantou tanto esforço. No fim das contas, é só mais um modismo com um nome apelativo, comercialmente falando. rsrs.

Minha menina linda, aprendo sempre um cadim mais com você, Sáh. Te amooooo.

Copyright - Quintal de Om © 2012 - 2017. All Rights Reserved to Samara Bassi.