11.4.14

Por telhados mais azuis

11.4.14
weheartit
Minh'alma esvoaça de teimosa que é.  E vai riscando o dia de sol a sol, feito colorido e tagarela riso por todo canto.  Pensa que é ave ou pedaço de balão.  É, ela carrega um punhado de Deus nas bochechas e uma alegria que enverga mas não quebra, não meu Sinhô.
Minha alma é prece e não carece de ter tanta pressa.


[é assim que acontece quando a gente se conhece por dentro e ainda se surpreende com nosso olhar curioso.]


Porque desde quando eu fiz casa num infinito sem portões, o meu céu foi telhado longo que eu até perdi de vista. 
E quando retorno, é porque eu não me esqueci de que tenho asa e passarinho que sou, conheço bem o caminho de casa, mesmo com outros quintais.

│Samara Bassi│
══════════════════════════════════════ § ═══════════════════════════════════════ 
É expressamente proibida a reprodução parcial e/ou total de qualquer conteúdo deste blog sem a autorização do autor. A cópia não autorizada e/ou qualquer outro tipo de uso indevido da obra, implicarão em penalidades previstas na Lei 9.610/98. Não viole. — Respeite —

ao som de:

Nenhum comentário:

Copyright - Quintal de Om © 2012 - 2017. All Rights Reserved to Samara Bassi.