18.11.12

Muda

18.11.12
Imagem: Roy McMahon

Trouxe um poema miúdo nas mãos. Uma muda de tempo sobrando nos dedos. Um encontro guardado, marcado nas horas desse enlouquecer calado e sagrado viver. 
│Samara Bassi│

3 comentários:

CamomilaRosaeAlecrim disse...

Poemas são sempre especiais...depende do olhar!
Adorei!
Te desejo uma ótima semana e paz no coração!
Beijos
CamomilaRosa

Toninhobira disse...

O poder da sintese quando se alia ao poder da criação,uma pequena muda,torna-se frondosa arvore.
Linda imagem que me remete à liberdade sem plano de voo.Isto é sagrado Samara.
Carinhoso abraço amiga.
Bjo.

Vivian disse...

...Sam, minha querida linda,

diz pra mim como é que a gente
faz para desenhar o encanto?

chora,
abraça,
rí,
ou beija
a alma do encantador?

baci, amore!

Copyright - Quintal de Om © 2012 - 2017. All Rights Reserved to Samara Bassi.